MTB Piauí

BIKE FIT: Saiba como melhorar seu desempenho na bike evitando lesões e dores.

Bike fit Triballes

Bike Fit, um serviço fundamental para todos os ciclistas, seja recreativo ou profissional.

Você conhece os benefícios do Bike Fit? Para quem desconhece, o Bike Fit é uma técnica que começou a ser difundida no Brasil no início da década passada e consiste em ajustar a bicicleta para o ciclista, considerando suas medidas, capacidades e uso específico.

Descobrir qual bike é ideal, o tamanho ideal e a modalidade de uso específica para os desafios a serem encarados, pode ser uma tarefa trabalhosa para ciclistas iniciantes e profissionais. Mas para profissionais da área é uma atividade cotidiana que faz toda a diferença para o resultado do ciclista.

Adquirir uma bike que não seja adequada a você e ao seu corpo pode causar dores e desconforto ao pedalar.

Junior Triballes, Bike Fiter, explica que fazer o Bike Fit é valido para quem pedala qualquer tipo de bicicleta, do MTB ao ciclismo recreativo. Também comentou que não é um serviço indicado exclusivamente para atletas profissionais ou amadores.

O bike fit ajuda o ciclista a utilizar o máximo do equipamento e do seu corpo, sem sofrer lesões e dores, sintomas comuns de pedala com um equipamento incorreto.

Conheça alguns componentes que são ajustados no Bike Fit:

Taco – O ajuste é feito para melhorar o encaixe da sapatilha, já que o pedal tem que ficar entre o metatarso do dedão e o dedinho do pé para o ciclista não perder o giro, sentir dormência na ponta dos dedos ou lesionar a sola do pé. 

Selim – Além de avaliar se o tamanho é adequado para o ciclista, podem ser ajustados altura, recuo e nivelamento. O ísquio, osso da parte inferior da região pélvica, deve ficar bem encaixado em cima desse assento. A altura também é um ponto importante. O banco muito alto pode comprometer a lombar. Se muito baixo, a coxa trabalha demais e a panturrilha de menos. 

Guidão – Deve ter um tamanho ideal para a largura do ombro do ciclista. Se for muito maior, pode causar dormência nas mãos. O mais estreito prejudica a condução da bike.

Manetes de freio e trocador de marcha – Também podem ser ajustados para um uso mais eficiente e adequado ao ciclista, de acordo com seu estilo de pilotagem e características físicas.

César Junior, Bike Fiter, recomenda fazer o Bike Fit periodicamente, pois com o passar do tempo pode ser necessário adequar o ajuste da bicicleta, uma vez que o ciclista pode melhorar no pedal, fazer upgrade na bike ou apresentar necessidades novas.

Conheça o Bike Fit Triballes, siga o instagram e saiba mais: @bikefittriballes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias relacionadas

Categorias

Redes sociais